quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Grupo de alunos da Escola Domingos Capela vai assinalar o Dia Internacional das Vítimas do Holocausto

É já no próximo dia 27 de janeiro que um grupo de cerca de mais de 80 alunos e alguns professores vai associar-se às cerimónias que, nas Nações Unidas e um pouco por todo o mundo, rendem homenagem às vítimas do Holocausto. A atividade, a realizar no âmbito de dois projectos eTwinning, da responsabilidade das professoras Marisa Rocha - "Human Rights: A Cause Worth Fighting for" e Delfina Casalderrey - "A Photo. A Testimony, A Story" – envolve as disciplinas de Educação para a Cidadania, Inglês, História e Educação Visual. Nesse dia, cerca das 11h00, o grupo dará início a uma marcha, levando cada um uma flor feita durante a semana anterior, em Educação Visual, para depositar no local de destino: a Biblioteca Municipal Marmelo e Silva. Com este gesto simbólico, pretendem que todos possam relembrar, refletir e reagir contra a intolerância, o preconceito, o racismo, a xenofobia e o ódio, enfim, para que a história nunca mais se repita. Esta atividade pretende simbolizar a “Marcha dos Sobreviventes” que ocorre todos os anos no antigo campo de extermínio nazi de Auschwitz-Birkenau, no sul da Polónia. Nesse dia, comemora-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, data que coincide com o 70º aniversário da libertação do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, em 1945. A marcha que pretendem recriar tem-se vindo a repetir anualmente há mais de vinte anos, com o objetivo de prestar homenagem às vítimas do Holocausto que foram libertadas pelas tropas aliadas há 70 anos. Nas palavras das organizadoras, recordar os seis milhões de Judeus e as demais vítimas do extermínio nazi, como os prisioneiros de guerra, os dissidentes políticos e os membros de grupos minoritários que foram sistematicamente assassinados durante a II Guerra Mundial, é um dever de todos. Por conseguinte, ao evocar o Holocausto, os professores da Escola Domingos Capela reiteram o compromisso de promover a educação, a memória e o estudo deste episódio tenebroso da história da Humanidade, que abalou profundamente a nossa civilização bem como o respeito dos Direitos Humanos, da tolerância e do respeito mútuo entre pessoas e povos. A notícia da atividade consta já no sítio da MEMOSHOÁ - Associação memória e Ensino do Holocausto - em http://w3.memoshoa.pt/
O vídeo feito por uma das organizadoras - Profª Delfina Casalderrey pode ser visualizado no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=9yR15hlEnhc&feature=youtu.be

9 comentários:

  1. É bom que os jovens recordem os erros do passado para não voltar a repetí-los!

    ResponderEliminar
  2. Que bela organização!
    E os alunos portaram-se maravilhosamente.

    ResponderEliminar
  3. Tive muito orgulho em participar nesta atividade:-) Os alunos estiveram à altura e as organizadoras fizeram um excelente trabalho! Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Tenho muito orgolho Nesta Escola apesar de já não ter nenhum educando.

    ResponderEliminar